Páginas

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Porta Revistas de Papelão.


Eu artesã IV





Revestimento da parte interna  - TNT 
Revestimento parte externa: chita 



quinta-feira, 11 de julho de 2013

Momento do Desmame.


Muitas mamães não têm problemas para tirar o peito de seus bebês, eu mesma não tive nenhum.
A minha Mariana deixou de mamar com apenas dois meses de idade, ela nunca gostou de leite, acredite! Ela fazia ânsia de vômito. A Juliana mamou até os sete meses.
Minha cunhada-comadre esta tendo problema com a pequena Ester. Ester tem 1 ano e dois meses e esta fazendo o peito de sua mamãe de chupeta. Elas moram em Pirenópolis, 120 km de Goiânia. 120 Km parece perto quando estamos a passeio, e será que, 120 Km é perto para entregar um bebê aos prantos a sua mãe? Acho que não mesmo!!
Pois eh... Daqui a pouco  Ester esta chegando aqui em casa e vai ficar comigo quatro dias sem sua mãe e sem sua chupeta!

Estou simplesmente apavorada! Quero ajuda-las mais estou com medo, na minha cabeça esta passando um monte de coisas... Tipo:
Será que ela vai ficar boazinha?
Será que vou conseguir distrai-la?
Será que ela vai dormir a noite?

Agora é tarde para tantos serás! Ela já esta chegando, a casa já adaptada e eu quase preparada!
Feliz e ansiosa!

Olha que coisa mais linda da dindalele!




terça-feira, 9 de julho de 2013

Pescaria


"Preocupação não resolve os problemas de amanhã; só tira a paz de hoje."

Pescaria

Um homem
que se preocupava demais
com coisas sem importância
acabou ficando com a cabeça cheia de minhocas.
Um amigo lhe deu então a idéia
de usar as minhocas numa pescaria
para se distrair das preocupações.
O homem se distraiu tanto
pescando
que sua cabeça ficou leve
como um balão
e foi subindo pelo ar
até sumir nas nuvens.
Onde será que foi parar?
não sei
nem quero me preocupar com isso.
Vou mais é pescar.

José Paulo Paes.

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Nietzsche

E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música.

Friedrich Nietzsche



terça-feira, 11 de junho de 2013


Eu não tenho muitas respostas. O que eu tenho é fé.
E uma vontade bonita, toda minha, de crescer.
Ana Jacomo



quarta-feira, 5 de junho de 2013

Alegria III


Deus nos dá pessoas e coisas, 
para aprendermos a alegria...
Depois, retoma coisas e pessoas 
para ver se já somos capazes da alegria
sozinhos...
Essa... a alegria que ele quer

João Guimarães Rosa

Teatro Arte & Poesia

quarta-feira, 29 de maio de 2013

O Manacá.


 
Hoje vou contar uma história pra vocês, a história do desapego e do apego. Na minha história o apego e o desapego têm nome.
Vou chamar o apego de Dona Francisca e o desapego de Seu Expedito.
Dona Francisca ama suas plantas e cada uma delas carrega uma memoria um personagem. Uma das plantas que ela mais gosta foi plantada num vaso que não é exatamente um vaso, na realidade é uma tigela esmaltada que foi da sua mãe, hoje furada.  Essa tigela era a onde a sua mãe foi servida com canjas de galinha após os partos. Dona Francisca estima que esta peça  tenha oitenta e seis anos, a idade da sua irmã mais velha.
Seu Expedito adora podar as plantas da Dona Francisca.
Formigão branco é o apelido que seu Expedito ganhou carinhosamente de sua filha (Eu).
Toda vez que seu Expedito fica sozinho na chácara ele poda as plantas da dona Francisca, e sempre que a dona Francisca chega e vê suas plantas “podadas” a casa treme.
Só que dessa vez seu Expedito foi longe de mais, ele podou no toco do tronco o pé de manacá.
Que dó fiquei de dona Francisca, ela ligou chorosa triste reclamando como se pedisse socorro contra esse formigão branco que parece uma saúva.
Nada pude fazer, afinal de contas o manacá já tinha sido cortado.
_Esse manacá foi Raimundo que deu a muda assim que mudamos pra cá. Disse Dona Francisca ainda sem acreditar na proeza de seu Expedito.
Raimundo era seu cunhado que já partiu. A proposito meu padrinho lindo.
_ Mãe deixa falar com meu pai.
_ Pai porque o senhor fez isso?
_ Eu podei pra ela crescer mais forte e assim ela vai dar mais flores.
Meu Deus! Como chamar a atenção desse formigão adorável.
_ Pai, por favor, consulta a minha mãe antes de “podar” as plantas dela. Pode ser?
_ Tá bom. 
Queria eu ser o equilíbrio desses dois adoráveis extremos.
Dizem que quem não tem apego sofre menos.
Mais o que seria de nós se não tivéssemos apego? 
Parafraseando Caio F. Abreu ( ...)Sem apego. Sem melancolia. Sem saudade. A ordem é desocupar lugares. Filtrar emoções.
Cortar todas as plantas?
Concordo mais com Clarice Lispector
“Apego pelo o que vale a pena, e desapego pelo o que não quer valer”.
Será que o pé de manacá um dia vai brotar?
 

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Confissões de Alê.


Senhor eu pequei.
Quase sempre eu falo palavrões.
Quando estou nervosa, no transito até mesmo quando estou feliz.
Senhor, eu também peco sempre que meu marido não me deixa dormir, ele rouca muito, e eu perco o sono e penso em sufoca-lo com o travesseiro.
Senhor eu fiquei com raiva de Deus algumas vezes.
Eu costumo roubar mangas . Isso é gula?
Ando com preguiça.
Sou feminista.
Na TPM sou estupida e falo mais palavrões.
Eu menti.
 
Qual é a minha penitência?

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Feriado.

Feriado, podemos fazer tantas coisas.
Jogar conversa fora,
descansar,
passear,
assistir filmes...


Hoje é feriado aqui em Goiânia, dia da nossa padroeira, Nossa Senhora Auxiliadora.

Eu não entendo como num país laico existem tantos feriados santos.  Nada contra os santos, afinal de conta sou uma pessoa multi-religiosa, conheço varias religiões e carrego comigo o que concordo de cada uma delas. Só acho que essas comemorações deveriam ficar por conta das religiões e não dos Estados.

O Sr. Biét acabou de dizer que eu estou falando bobagem.

_ Um país onde a expressão maior de fé é a do cristianismo católico, tem que comemorar sim.
_ Continuo não concordando. Pode até ser maioria mais não é a única. Apesar que acho que ninguém vai discordar de nenhum feriado. Santo ou não.

Como hoje é feriado, ontem à noite ficamos até mais tarde conversando, e percebi que muitas vezes falamos de conhecimentos pouco relevantes, ou nada, relevante. Sabe aqueles assuntos que não acrescenta nada na vida de ninguém. 
 
Por coincidência ou não, hoje recebi um e-mail com o titulo: 20 Coisas que você nunca soube. 

1.       No baralho, o rei de copas é o único que não tem bigode.
2.       O som dos passos do E.T no filme “E.T” foram feitos com gelatina .
3.       Uma galinha já sobreviveu 18 meses sem a cabeça. Como assim? Rsrsrs.
4.       A terra fica 100 kg mais pesada todo dia devido a queda de pó espacial.
5.       O cérebro tem a mesma consistência que um tofu.  O que é um tofu?
6.       O cavalo marinho é o peixe mais lento que existe.
7.       Paris Hilton calça 43. Kkkkkk
8.       O Mc Donald é o maior distribuidor de brinquedos do mundo.
9.       O título mais longo de um livro é de 670 palavras.
10.   A anatidaefobia é o medo que um pato esteja sobre você. Que bobagem é essa?
11.   O nome inteiro da Barbie é Bárbara Millicet Roberts.
12.   Todos os cismeis da Inglaterra são propriedade da rainha. 
13.   Hitler era vegetariano.
14.   Crianças crescem mais rápido na primavera. Gracinha!
15.   As cordas das guitarras eram feitas originalmente de tripas de gato. Judiação!
16.   Os criadores da marca Puma e Adidas são irmãos. E?
17.   É impossível criar uma pasta com o nome “com” se você estiver no Windows.
18.   Gatos não sentem gosto de doces.
19.   Elvis tirou uma nota “C” em sua aula de música.
20.   É proibido entrar no México com mais de dois CD’S. 

E ai acrescentou alguma coisa na sua vida esses conhecimentos?

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Razão ou Emoção?


Razão e emoção são dois planetas que não habitam
a mesma galáxia. Você SABE que sua dor é superável,
você SABE que amanhã vai encontrar um novo amor,
você SABE que é uma felizarda por ter saúde, família,
um teto para morar, mas você não SENTE assim.
E o sentimento é poderoso. Comanda-nos.
E a gente sucumbe. Feito um avião caindo do céu,
feito refém de um assalto do coração.

Crônica:A dor dos outros e a nossa - Livro: Non - Stop
 
 
- Ainda assim - disse o Espantalho -, quero um cérebro em vez de um coração; porque um tolo não saberia o que fazer com um coração se tivesse um.
- Fico com o coração - respondeu o Homem de Lata. - Porque cérebro não faz ninguém feliz, e a felicidade é a melhor coisa do mundo.
O Mágico de Oz
 
 
O bom mesmo seria o equilíbrio.

quarta-feira, 22 de maio de 2013

"O universo contado pelas crianças".

Um professor colombiano passou dez anos coletando definições de seus alunos e, como resultado, obteve um dicionário com verbetes ao mesmo tempo puros, lógicos e reais.



Os verbetes

Adulto: Pessoa que em toda coisa que fala, fala primeiro dela mesma (Andrés Felipe Bedoya, 8 anos)
 
Ancião: É um homem que fica sentado o dia todo (Maryluz Arbeláez, 9 anos)
 
Água: Transparência que se pode tomar (Tatiana Ramírez, 7 anos)
 
Branco: O branco é uma cor que não pinta (Jonathan Ramírez, 11 anos)
 
Camponês: um camponês não tem casa, nem dinheiro. Somente seus filhos (Luis Alberto Ortiz, 8 anos)
 
Céu: De onde sai o dia (Duván Arnulfo Arango, 8 anos)
 
Colômbia: É uma partida de futebol (Diego Giraldo, 8 anos)
 
Dinheiro: Coisa de interesse para os outros com a qual se faz amigos e, sem ela, se faz inimigos (Ana María Noreña, 12 anos)
 
Deus: É o amor com cabelo grande e poderes (Ana Milena Hurtado, 5 anos)
 
Escuridão: É como o frescor da noite (Ana Cristina Henao, 8 anos)
 
Guerra:Gente que se mata por um pedaço de terra ou de paz (Juan Carlos Mejía, 11 anos)
 
Inveja: Atirar pedras nos amigos (Alejandro Tobón, 7 anos)
 
Igreja: Onde a pessoa vai perdoar Deus (Natalia Bueno, 7 anos)
 
Lua: É o que nos dá a noite (Leidy Johanna García, 8 anos)
 
Mãe: Mãe entende e depois vai dormir (Juan Alzate, 6 anos)
 
Paz: Quando a pessoa se perdoa (Juan Camilo Hurtado, 8 anos)
 
Sexo: É uma pessoa que se beija em cima da outra (Luisa Pates, 8 anos)
 
Solidão: Tristeza que dá na pessoa às vezes (Iván Darío López, 10 anos)
 
Tempo: Coisa que passa para lembrar (Jorge Armando, 8 anos)
 
Universo: Casa das estrelas (Carlos Gómez, 12 anos)
 
Violência: Parte ruim da paz (Sara Martínez, 7 anos)
 
 
Muito fofo e profundo!
 
Quer ver a reportagem na integra.
 
 

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Mano velho.

 
 
 
 
Como de costume ele partiu mais uma vez sem se despedir. Foi triste desta vez!
“Se houvesse uma despedida talvez fosse mais triste, talvez tenha sido melhor assim”.
Desta vez ele voou sem nem olhar pra trás.
Eu sabia que ninguém ia te prender aqui, vai e faz o que você sempre gostou de fazer, de voar sem olhar para trás.
Eu chorei ao saber que você partiu e que dessa vez você não vai voltar.

“Quem cantava chorou
Ao ver o seu amigo partir

Mesmo que o tempo e a distância digam "não"
Mesmo esquecendo a canção
O que importa é ouvir
A voz que vem do coração.”

Qualquer dia desse a gente vai se encontrar.
Te amo mano velho!

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Arte Grafite.


Existe uma grande diferença entre grafite e pichação. A diferença é que grafite é considerado uma arte de rua, já a pichação não é considerada uma arte, e sim uma atitude de vandalismo. A pratica de pichar pode levar uma pessoa á cadeia durante muito tempo. A mais recente arma contra a ação dos pichadores é o artigo 65 da lei dos crimes ambientais, número 9.605/98, existente desde1998 e que estabelece punição de três meses a um ano de cadeia e pagamento de multa.
O grafite faz tanto sucesso hoje, que até recentemente o rei da Escócia mandou seus filhos contratarem alguém para renovar a pintura do castelo e eles resolveram chamar três grafiteiros brasileiros para fazer a obra-de-arte .
O rei falou que quando eles começaram havia estranhado, pois nunca tinha visto uma arte assim tão bonita.
Também há uma diferença entre a pichação, pois ela não é respeitada por ninguém. E o grafite é respeitado porque trata-se de uma arte muito bela. Porém, mesmo que o grafite seja muito belo, tem gente que não gosta desse tipo de arte.

Revista da Casa.
Minha Amiga Auxiliadora fez um trabalho lindo no muro da casa dela. O Artista é José Augusto.Quando vi a arte lembrei de vocês e pedi para Auxiliadora deixar eu colocar aqui no blog. 
Vejam o antes e depois.
 
 

 
 
 
 
 
 
Nega obrigada por ter cedido às imagens!
 
 
 

terça-feira, 14 de maio de 2013

Cadeira de balanço.

Essa é uma velha conhecida, a cadeira de balanço da minha madrinha.
Em minhas mãos uma manga roubada que ia pra salada.
Um sorriso forçado para alguém que percebeu o delito.

"Essa cadeira de balanço é um colo.
E, em seu regaço me refaço.
É onde repouso o meu cansaço.

Tem a linhagem dos tronos da nobreza austríaca.
Mas, para mim, é muito mais.
É aconchego.

Essa cadeira de balanço,
É tudo.
Se eu choro, ameniza o pranto.
Envolve-me com seu acalanto."

 
 

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Rodinhas nos pés.


O Óleo de Fígado de Bacalhau também conhecido como emulsão scott, remédio que é criticado por vários médicos e até pouco tempo por mim. Não é enganação!! Ele realmente faz bem aos ossos. Eu sou prova viva disso.
Quando criança tomei tanto emulsão de scott que só agora percebi o resultado.
Sempre fui estabanada, tudo que faço é correndo, na intenção de acabar logo. A minha media de tombos ao ano é três vezes. Este ano  estamos no mês cinco e já cai quatro vezes. Aquele ditado que diz que um raio não cai no mesmo lugar pode até ser verdadeiro, não sei, só sei que Alessandra cai muitas vezes no mesmo lugar.

Sábado passado como de costume fui dar uma faxina na minha casa. Arrasta moveis, joga água espana aqui espana ali, assim vou rompendo a sujeira.

Joguei água na sala e comecei; vapt, vapt vapt. De repente tive aquela sensação que tinha rodinha nos meus pés.
 
Nos frequentes  tombos eu  percebo que vou cair, geralmente fico segundos patinando na tentativa de equilibrar. Só que  sábado foi diferente, nem deu tempo de pensar. Meus dois pés deslizaram juntos e rápidos, quando vi já estava esparramada no chão e toda molhada. Fiquei deitada ali por alguns minutinhos, depois do susto e constatado que nada tinha acontecido de grave, crise de risos!  

A estabanada se estabacou e toda roxa ficou, mas nem um osso quebrou! 

Meus ossos são fortes porque tomava dia sim dia não óleo de fígado de bacalhau. Um dia tomava o outro cuspia na pia do banheiro. Ôh coisa ruim! 

Eu e os hematomas.
 
 
 
Estou toda dolorida!
 
 


 

sábado, 11 de maio de 2013

Coisas da minha infância!


Na postagem anterior mencionei Juarez Machado como pintor brasileiro que foi o inspirador das cores do filme O Fabuloso Destino de Amélie Poulain . Fiquei interessada em saber mais sobre esse pintor. Na minha primeira pesquisa fique extremamente perplexa. No final dos anos 70, Juarez Machado era o mímico  da revista eletrônica, fantástico o show da vida. O motivo da perplexidade nada mais que lembranças bizarras. Esse mímico com a cara pintada que fazia  apresentações surreais era para mim o diabo em pessoa! Na minha inocência de criança e sem esclarecimentos tecnológicos, sentia medo ao ver o tal! Tudo me amedrontava, a música a cara as roupas coladas o silêncio e o cenário.
Quando ouvia a música de abertura, corria para meu quarto e enfiava debaixo da cama. Ridículo isso? Não!! Medo!! Muito medo! Meus irmãos mais velhos divertiam com isso, e me arrancavam debaixo da cama e me levava na marra pra sala, eu fechava os olhos e cantava alto lá lá lá lá lá, para não ouvir e gritava socorro para minha mãe me tirar daquela agonia.
Hoje não existem demônios na minha vida, porque não acredito neles. Só existe a lembrança de um palhaço que fez com que chorasse muitas vezes.  
Fiquei encantada com a biografia de Juarez Machado. O demônio do passado virou um artista encantador. Nada melhor  que o amadurecimento e o saber para espantar os “demônios” das nossas vidas.
Separei alguns trabalhos do também escultor, desenhista, caricaturista, mímico, designer, cenógrafo, escritor, fotógrafo e ator.
 






quinta-feira, 9 de maio de 2013

O Fabuloso Mundo de Alê.


Mamãe quer assistir um filme?
Qual?
Amélie Poulain. Você vai gostar!



Certeza?
Sim, Certeza!
Gosto do humor francês!
Vem logo mamãe!
Espera um minuto só vou tomar um banho e colocar pijama e já vou.
Não demora!
Um minutinho!

Este foi o diálogo meu e dela. Mariana, meu lírio do campo! 
Ela é uma perola escondida dentro de uma conchinha nas águas próxima de uma ilha deserta!
Momentos assim são raros, não posso perdê-los. 

Assistimos! Só eu e ela.
Em alguns momentos ela puxava conversa para ver se eu estava dormindo.

Mamãe...
Oi?
Vc está entendendo?
Claro filha!
Vc está gostando?
Muito!

Pausa de minutos....

Mamãe?
Ãn?
Tá com frio não?
Não!

Mamãe você percebeu que o filme destaca o verde, amarelo e vermelho?


Sim. Você sabe por quê?
Eu vi na internet que as fotografias do filme  foram inspiradas pelas pinturas do artista brasileiro Juarez Machado.
Mesmo? Que legal! Interessante isso!
Vc percebeu que a tela  do homem de vidro é de Renoir?


Sim, ele disse!

Fim.

Filha que filme lindo! Vc acredita que chorei!
Em qual parte?
Na parte em que ela liga A TV   e vê o vídeo que o pintor  gravou para ela.


Também achei linda essa parte!


(...)"Então, minha querida Amélie, você não tem ossos de vidro. Pode suportar os baques da vida. Se deixar passar essa chance, então, com o tempo, seu coração ficará tão seco e quebradiço quanto meu esqueleto. então, vá em frente, pelo amor de Deus."

Ouça Mariana, faço minhas essas  palavras.


 

sábado, 4 de maio de 2013

Precisamos...

 

Acho que sábado é a rosa da semana.


Um lindo final de semana para você com todos esses "mais"!
Beijos!

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Tudo Azul Todo Mundo Nu...


O nu sem maquiagem de Matt Blum


 
Nada de silicone, Botox, foto shop! Nós somos a maioria. Mulheres comuns! No mundo onde em cada esquina tem uma montagem da mulher perfeita.
Mart Blum fotógrafo americano que retrata a mulher real sem os artifícios que o mercado oferece para o embelezamento.  

Mídia e sociedade cobram das mulheres a perfeição.  
Nesse sentido, as mulheres recorrem não só aos cosméticos naturais ou não, mas também a todo um arsenal que se encontra à disposição prometendo acabar com as rugas e todos os sinais de envelhecimento: suplementos vitamínicos, produtos antioxidantes, ácidos glicólico, retinóico, e hialurônico, colágeno bovino, colágeno humano e artecol, goretex, peeling a laser, peeling químico, botox, e toda uma infinidade de técnicas que se encontram disponíveis com indicação para uso em diferentes idades. (Isto É, 19 de março de 1997).

Marina, morena
Marina,você se pintou
marina,você faça tudo mas faça um favor:
não pinte este rosto que eu gosto
E que é só meu
marina você já é bonita com que Deus lhe deu
me aborreci me zanguei
Já não posso falar
E quando me zango Marina não sei perdoar
Eu já desculpei tanta coisa
Você não arranjava outro igual
Desculpe, Marina morena
Mas eu estou de mal
De mal com você
De mal com você
(CAYMMI, 1947).
 
 
78_Brazil12_2076
T4K0912